Você está aqui:Blog»Bianca Rodrigues - Midas Medicina & Estética no Centro RJ

Tratamento Celulite

Se você também sofre deste mal, não se desespere. Saiba que cerca de 85% das mulheres têm, já teve ou vai ter celulites em alguma fase de sua vida. Atualmente, a celulite é um dos problemas que mais incomodam as mulheres do mundo todo. Entre as brasileiras, os tão temidos furinhos ocupam o primeiro lugar da lista das insatisfações estéticas. De acordo com uma pesquisa realizada recentemente, 27% das mulheres apontou a celulite como a maior inimiga do corpo, seguida das estrias, com 24% dos votos.

O aumento do interesse e da demanda de mulheres em busca de procedimentos eficazes no combate às celulites aqueceu o setor e permitiu grandes avanços. O número de estudos e investimentos na área teve um crescimento considerável nos últimos anos. E quem aproveita as vantagens dessa evolução somos nós mesmas que, desde então, temos à disposição tratamentos mais seguros e que apresentam melhores resultados na busca de uma pele lisinha e impecável.

As causas e a formação da celulite

Clinicamente chamada de Lipodistrofia Finóide (LDG), a celulite é uma alteração do metabolismo do tecido subcutâneo, que resulta nas conhecidas ondulações, atacando bumbum, coxas, barriga e braços.

O problema se apresenta mais efetivamente entre as mulheres por estar relacionado a hormônios presentes no organismo feminino, mas os homens também podem ter celulites. E ao contrário do que muitos pensam, também não é uma exclusividade de pessoas obesas; quem está em dia com a balança tem as mesmas chances de apresentar celulites.

Podendo ser identificado através de exames clínicos, como o ultrassom e a videotermografia, esse tipo de alteração cutânea também é facilmente reconhecido a olho nu. Toda mulher sabe que bastam uns apertõezinhos aqui e outros ali para localizar os furinhos.

As alterações que dão origem à celulite ocorrem no tecido adiposo, localizado entre a derme e os músculos. Acredita-se que essas modificações aconteçam por causa de uma deficiência nas trocas celulares do tecido gorduroso. O fluxo normal do organismo faz com que, através da corrente sanguínea, as células absorvam nutrientes e água e, então, eliminem as toxinas. Mas quando isso não acontece, as células se acumulam e interrompem a circulação, o que acaba congestionando o tecido e dificultando a irrigação.

Por se tratar de uma profunda alteração na estrutura epitelial, alguns especialistas consideram a celulite como uma doença e não um simples problema estético. Os fatores que podem levar a formação dessas estruturas vão desde variações hormonais – principalmente em períodos importantes como a adolescência, gravidez e menopausa –, hereditariedade, sedentarismo, tabagismo, problemas circulatórios, alimentação inadequada e até mesmo estresse.

Como definir um tratamento

A variedade de procedimentos oferecidos por clínicas de estética aumenta mais a cada dia. No entanto, é importante saber exatamente a finalidade e as indicações de cada tipo de tratamento para poder alcançar os melhores resultados. Alguns aparelhos vão estimular a circulação sanguínea, outros se preocupam em quebrar as células de gordura e há ainda aqueles que aceleram o metabolismo – por isso é preciso saber exatamente as necessidades do seu corpo.

Eliminar as celulites é uma questão que vai muito além da estética. Mais do que ter um corpo perfeito, as mulheres que buscam esses tipos de tratamentos ganham em autoestima e qualidade de vida. No entanto, para garantir o sucesso do tratamento é preciso que tudo seja feito com muita segurança.

O primeiro passo é consultar um profissional para analisar a real necessidade de um procedimento estético. Será necessário passar por exames que determinem as áreas afetadas pela celulite e o grau das lesões. O especialista saberá indicar exatamente quais são as necessidades da sua pele e a melhor maneira de tratá-las. Ele será responsável por traçar um programa de tratamento e indicar profissionais e técnicas que se encaixem melhor dentro dos resultados que deseja alcançar. Você também pode dividir com o médico quais são as expectativas que você tem com o tratamento e, juntos, podem definir os procedimentos necessários para conseguir o efeito desejado.

Outros profissionais ainda podem contribuir bastante durante o seu tratamento. Um nutricionista pode ajudar a avaliar seus hábitos alimentares e corrigir o que for necessário para prevenir o reaparecimento da celulite. 


 MIDAS Medicina & Estética

Av. Nilo Peçanha 50 grupo 1.113 - Centro – Rio de Janeiro -RJ
(21) 2240-5941 / 2240-6863