fbpx
×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 46
Imprimir esta página
Quinta, 08 Outubro 2020 00:00

Estrias: Como elas surgem?

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Informática
Avalie este item
(0 votos)

As estrias geralmente aparecem como faixas de linhas que estão paralelas sob a pele. Essas linhas são podem ter características de cor e textura diferentes na pele,  variando desde brancas a rosadas, e também roxas.

Elas não são perigosas e as vezes desaparecem com o tempo. Você pode tê-las em qualquer lugar, mas elas são mais comuns na barriga, nos seios, nos braços, nas coxas e nas nádegas.

O que causa as estrias?

Essas saliências são resultado do alongamento da pele e do aumento da substância cortisona em seu sistema nervoso. A cortisona é um hormônio produzido naturalmente pelas glândulas supra-renais. No entanto, ter muito desse hormônio pode fazer com que a pele perca sua elasticidade.

As causas que são mais comuns de ocorrer, podem ser vistas nas seguintes circunstâncias:

  • Mulheres grávidas: enquanto a pele se estende de várias maneiras para abrir espaço para o bebê que está em desenvolvimento, é comum que os alongamentos contínuos possam causar a condição.
  • Ganho ou perda peso: por vezes, essa condição pode ocorre quando você ganha ou perde peso rapidamente. Como dito anteriormente, os adolescentes também podem também ter essa reação após um súbito crescimento.
  • Cremes, loções e pílulas de corticosteróides: podem causar esta condição, pois podem diminuir a capacidade de esticar a pele.
  • Síndromes: síndrome de Cushing, síndrome de Marfan, síndrome de Ehlers-Danlos, e outros distúrbios da glândula adrenal pode ser causa da condição, pois podem causar um aumento da quantidade de cortisona em seu corpo.

Quais os seus tipos?

Existem até dois tipos de estrias, são elas as recentes e as mais antigas – quando são recentes, possuem uma cor rósea ou púrpura, enquanto as antigas podem ser caracterizadas pela coloração esbranquiçada.

É importante ressaltar que as mais recentes podem apresentar uma leve coceira, acompanhada por um processo inflamatório local. As antigas, por outro lado, já passaram por uma atrofia mais intensa das fibras colágenas e elásticas, então não há nenhum processo inflamatório.

Em pessoas morenas ou negras, as estrias podem aparecer com uma coloração mais escura que o tom de pele da pessoa.

Tratamentos médicos disponíveis no combate as estrias

Essa condição pode desaparecer com o tempo. Se você não quiser arriscar, existem tratamentos que podem melhorar sua aparência. No entanto, nenhum tratamento pode fazer com que as linhas desapareçam completamente.

Existem várias maneiras de melhorar a aparência das estrias:

  • Terapia com laser de corante pulsado: estimula o crescimento de colágeno e elastina. É melhor usar esta terapia também para as saliências mais recentes. Importante destacar que, indivíduos de pele mais escura podem apresentar descoloração da pele com este tratamento;
  • Fototermólise fracionária: é semelhante à terapia com laser de corante pulsado, na medida em que se utiliza um laser. No entanto, este laser trabalha visando áreas menores da pele, causando menos danos à pele;
  • Microdermoabrasão: envolve polir a pele com pequenos cristais para revelar uma nova pele sob as estrias mais elásticas. A microdermoabrasão pode melhorar a aparência de saliências mais antigas.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 58 vezes