fbpx
Você está aqui:Blog»Corpo e Rosto»Running: Modela o corpo e diminui o estresse.
Quarta, 06 Agosto 2014 17:07

Mini-abdominoplastia: o que é, como funciona

Avalie este item
(0 votos)

Muitas pessoas se sentem incomodadas com o excesso de pele e gordura na barriga. Saiba o que é e como funciona a mini-abdominoplastia.

Cada vez mais as cirurgias plásticas estão sendo procuradas. Isso se deve ao grande apelo sexual, oferecido pelos meios de comunicação e que demonstram corpos estruturais.

Muitas pessoas recorrem à realização de cirurgias plásticas no intuito de obter o corpo ideal. Devido a isso, a cada novo ano, surgem novas técnicas cirúrgicas que visam cada vez mais a perfeição e o mínimo de alteração estética. São diversas as opções de procedimentos cirúrgicos existentes, sendo cada tipo destinado a um resultado. Entre as cirurgias mais procuradas estão as que acabam com as indesejáveis "gordurinhas", como a lipoaspiração, a abdominoplastia e a mini-abdominoplastia. Esta última é uma nova técnica, tão eficaz quanto a anterior (abdominoplastia). Saiba o que é e como funciona a mini-abdominoplastia. 

ABDOMINOPLASTIA X MINI-ABDOMINOPLASTIA

Uma das cirurgias mais procuradas e que visa o combate ao excesso de pele e gordura na barriga, é a abdominoplastia. No entanto, devido ao tamanho da cicatriz, muitas pessoas acabam evitando a sua realização. Com o intuito de melhorar o resultado estético, foi desenvolvida uma nova técnica, denominada mini-abdominoplastia. Conheça as diferenças entre esses dois procedimentos.

Abdominoplastia tradicional – é realizada uma incisão (corte) na zona púbica de um lado ao outro das espinhas ilíacas. Após, todo excesso de gordura e de pele que esteja posicionado abaixo do umbigo, é retirado. Para finalizar, a cicatriz umbilical á refeita.
Mini-abdominoplastia – diferente da técnica anterior, não é realizada uma transposição do umbigo. Na verdade, ocorre apenas um descolamento da pele até o umbigo, sendo a incisão bem menor do que a anterior. 

VANTAGENS DA MINI-ABDOMINOPLASTIA

A mini-abdominoplastia traz outra vantagem além do tamanho da cicatriz. Ela também pode ser realizada a nível ambulatorial, com anestesia geral ou local com sedação, porém, sem necessidade de internação. Por isso, é uma ótima opção para as pessoas que tem medo de cirurgias mais complexas.

INDICAÇÕES DA MINI-ABDOMINOPLASTIA

As pessoas que são candidatas à realização da mini-abdominoplastia são as mesmas que podem realizar a técnica clássica. Ou seja, aquelas que possuem deformidade abdominal, com excesso de gordura localizada e de pele e relaxamento muscular. Além disso, os indivíduos que apresentarem alguma gordura localizada no terço inferior também são candidatas a essa técnica menos agressiva.

A EFETIVIDADE DA TÉCNICA

Segundo especialistas, a efetividade da mini-abdominoplastia é altíssima. A não ser que a mulher tenha uma nova gravidez ou apresente oscilações ponderais. Por isso, mesmo após a realização de qualquer tipo de cirurgia, é importante que o indivíduo mantenha uma dieta equilibrada e saudável.

 

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 5557 vezes

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar