Você está aqui:Blog»Corpo e Rosto»Otoplastia - Orelhas na Medida Certa
Quarta, 28 Setembro 2016 09:59

Os segredos de cada tipo de depilação

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Informática
Avalie este item
(0 votos)

Cera, lâmina, creme, aparelhos elétricos ou laser. Estes são os principais métodos disponíveis para depilação. Porém, cada mulher tem sua preferência e dicas na hora de remover os pelos das pernas, axilas, buço, virilha e de outras regiões do corpo.

O que nem todo mundo sabe é que as técnicas devem ser selecionadas com critério, levando em consideração as particularidades da pele para não causar nenhum tipo de lesão.

Características de cada método

Cada técnica possui prós e contras, além das características que vão desde resultados temporários até causadores ou não de algum tipo de sensibilidade no momento do procedimento. Compare as vantagens de cada um.

Cera quente: método de tração dos pelos, doloroso, porém menos que o da fria – tempo de um mês em média sem pelos. Pode com o tempo ir afinando e diminuindo o número de pelos, mas quando cresce pode formar foliculite – inflamação na saída do pelo à superfície da pele.

Cera fria: segue também o princípio de tração dos pelos, sendo mais doloroso que o anterior. Para quem não suporta o calor da cera quente, esse método é ideal. Pode com o tempo ir afinando e diminuindo o número de pelos, quando cresce pode formar foliculite.

Lâmina: é uma técnica de corte boa para pelos finos e claros. Indolor, o tempo crescimento é de até três dias e dependendo da área depilada, não aumenta nem diminui os pelos, mas ao toque dá sensação de pelos grossos, pois a ponta do pelo não está mais fina e sim cortada e crescendo.

Linha: o método é barato e remove os pelos de diferentes regiões. Embora não tenha restrições, cabe ao profissional avaliar cada tipo de pele, pois regiões lesionadas não podem ser depiladas. Apesar da dor Evita os riscos de irritações, pelos encravados ou alergias. Os pelos voltam a crescer, em média, após vinte dias.

Creme depilatório: é o menos invasivo de todos, mas retira o pelo apenas superficialmente. Sua durabilidade é maior quando comparada à lâmina. Não pode ser aplicado em peles irritadas ou com algum tipo de lesão.

Depiladores elétricos: existem os de corte e de tração. O de corte obedecerá ao que acontece com as lâminas e o de tração ao que ocorre na depilação com cera fria.

Laser: prática moderna

O laser é a técnica mais atual. Aprovado, desde 1995 pelo FDA-Food and Drug Administration para esta finalidade, a tecnologia apresenta resultados muito próximos da eliminação total dos pelos. Como a luz é absorvida pela melanina do bulbo piloso, as indicações para depilação a laser são cosméticas, hipertricose (excesso de pelos em regiões onde já temos pelos), hirsutismo (presença de pelos em regiões onde comumente não há pelos, como “área da barba” na mulher), pseudofoliculites causada por pelos encravados.

O paciente ideal para se submeter à depilação a laser é aquele que tem pelo escuro e grosso, fototipo claro, pois a absorção do laser pela melanina será máxima. Os pelos do rosto costumam ser mais resistentes, necessitando de um maior número de sessões para atingir um resultado desejado. Pelos brancos ou claros não respondem bem ao tratamento, pois têm pouca melanina. Áreas com grande densidade de pelos respondem melhor, como axila, virilha e pernas.

Alguns cuidados devem ser tomados no pré-tratamento da depilação a laser. Orienta-se raspar o local com lâminas ou usar creme depilatório para que todos os pelos estejam do mesmo tamanho no dia da aplicação. Pode ser usado cremes anestésicos para diminuir a dor e resfriamento da área a ser tratada. Outro aspecto importante é o uso de protetores solares antes de iniciar o tratamento e entre as sessões. A pele recentemente bronzeada é uma contraindicação ao uso do laser devido ao alto risco de efeito colateral, como por exemplo, alterações pigmentares.

Apesar de apresentar um custo mais elevado que os outros tipos mais comuns, na depilação com laser a dor é suportável, a aplicação é rápida e o resultado é mais duradouro e pode até ser permanente em alguns casos. É feito em sessões e garante a eliminação de 75% a 80% dos pelos, e conforme o tipo de pelo e a área depilada, como axilas e virilhas, por exemplo, até 100% dos pelos podem ser eliminados definitivamente”.

Algumas atitudes essenciais para manter a saúde e beleza da pele. Confira:

  • Manter a pele hidratada antes da depilação.
  • Esfoliar uma vez por semana para desencravar os pelos.
  • Evitar sol por alguns dias.
  • Evitar manipular os pelos encravados.
  • Não aplicar desodorante nas axilas logo após a depilação, pois a área fica sensibilizada e o desodorante pode irritar a região.
  • Evitar roupas sintéticas e apertadas.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 1196 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar