fbpx
Você está aqui:Blog»Saúde e Bem Estar»Todos Juntos Contra o Câncer de Mama - Outubro Rosa
Sexta, 10 Abril 2015 08:40

Endermoterapia - Tratamento estético para combater o aspecto de "casca de laranja"

Avalie este item
(0 votos)

A endermoterapia é um dos principais tratamentos estéticos com eficiência comprovada para o tratamento da celulite e redução de medidas, sem necessidade de intervenção cirúrgica.

É uma técnica de aspiração (sucção?)que realiza uma massagem para estimular a circulação linfática e sanguínea, (promovendo o descolamento entre os tecidos e desfazendo fibroses teciduais)melhorando consequentemente a celulite. Ela serve também para mobilizar tecido adiposo, modelando a silhueta.

O aparelho é composto por dois rolinhos que deslizam sobre a pele e realizam uma tração no corpo, aumentando em até três vezes a drenagem linfática e a produção de colágeno (substância responsável pela elasticidade da pele). É importante ressaltar que essa acção permanece até seis horas após o término da sessão", explica Priscila Zancaner, endocrinologista especializada em Medicina Estética.

A endermoterapia é aplicada principalmente na parte externa e interna das coxas, nas costas, na região interna dos braços e no abdómen. Esse tratamento é procurado principalmente por mulheres com idades que variam entre 28 e 45 anos.

A técnica não é recomendada para quem tem varizes, pois com o movimento do aparelho corre o risco de romper alguns vasos.

As sessões duram de 35 a 45 minutos. Para que você obtenha um resultado satisfatório com o tratamento, o ideal é que sejam realizadas, no mínimo dez sessões, três por semana. Entretanto a quantidade prescrita dependerá do grau de celulite e gordura localizada de cada um. 

Por que fazer endermoterapia

Com a endermoterapia, além de amenizar os problemas de celulite e gordura localizada, você ainda fica com uma pele lisinha e rejuvenescida, mais tonificada e com mais elasticidade. É recomendada também, no pré e pós-operatório da lipoaspiração. Mas, só pode ser realizada 15 dias após a cirurgia. Além de ajudar na cicatrização, a endermoterapia ajuda a eliminar as possíveis sobrinhas de gordura.

Para manter o bom resultado da endermoterapia, recomenda-se realizar uma manutenção periódica com uma sessão a cada quinze dias, três meses após o término do tratamento. Desta forma os resultados permanecerão por mais tempo, mas não esqueça de que tudo dependerá do organismo e estilo de vida de cada um.

Confira as vantagens da endermoterapia

A endermologia é mais indicada nos casos de celulite grau III e IV e gordura localizada compacta onde há maior comprometimento circulatório, edemas e nódulos. Pode ser utilizada também em pós-operatório no caso de aderências.

  • Diminui a celulite e gordura localizada
  • Alivia tensões musculares
  • Favorece a eliminação de toxinas
  • Promove a drenagem linfática
  • Estimula a produção de colágeno
  • Tonifica e diminui a flacidez da pele

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 5665 vezes

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar