Você está aqui:Blog»Saúde e Bem Estar»Tratamentos estéticos podem mudar sua vida
Quinta, 02 Julho 2015 21:01

Drenagem Linfática na Gravidez

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Informática
Avalie este item
(0 votos)

A drenagem linfática na gravidez é contraindicada nos primeiros 3 meses de gestação mas após esse período é ótima para ativar a circulação sanguínea e a diminuir o inchaço das pernas, pés e rosto, eliminando o excesso de líquido através da urina.

A drenagem linfática na gestação deve ser feita por um fisioterapeuta ou massoterapeuta, e não deve ser realizada em casa porque a barriga, as costas e os pés possuem pontos estimulantes que podem provocar um parto prematuro.

É importante enfatizar que a drenagem linfática manual é um tipo de massagem muito leve em que não há aplicação de força. 

Embora a drenagem linfática pode ser feita durante a gravidez, está contraindicada em alguns casos, como:

  • Gravidez de risco;
  • Hipertensão descontrolada;
  • Insuficiência renal;
  • Trombose venosa profunda;
  • Doenças relacionadas ao sistema linfático.

A drenagem linfática na gravidez pode ser feita nas pernas, nos braços e no rosto, para isso, deve-se passar creme hidratante na pele e depois seguir os seguintes passos:

Passo 1 - Estimular os principais gânglios linfáticos. Essas regiões que devem ser estimuladas através da manobra de bombeamento durante 5 a 7 vezes seguidas, sempre no início e no fim da drenagem linfática. Essa estimulação é necessária para esvaziar a região para que possa receber o líquido que será drenado.

A massagem para drenagem linfática nas pernas ajuda a reduzir o inchaço das pernas no final do dia e deve ser feita da seguinte forma:

A drenagem linfática nos braços é uma ótima forma de aliviar o acúmulo de líquidos nas mãos e braços e pode ser feita seguindo os seguintes passos:

A técnica de drenagem linfática no rosto ajuda a eliminar o pequeno inchaço que surge perto do nariz e debaixo do olhos e pode ser feito da seguinte forma:

Benefícios da drenagem linfática na gravidez:

  • Diminuição do inchaço nas pernas e pés;
  • Melhora da circulação sanguínea;
  • Diminuição do risco de desenvolver varizes;
  • Melhora da nutrição das células e dos tecidos;
  • Promove um bom relaxamento.
  • A drenagem linfática na gravidez vai ajudar a diminuir o cansado nas pernas e o desconforto dos tornozelos e pés inchados, contribuindo para uma melhor qualidade de vida da grávida. No pós parto a drenagem vai eliminar o excesso de líquidos do organismo da mãe e melhorar suas defesas.

Recomenda-se a realização de 1 sessão de drenagem linfática por semana, durante toda a gravidez e no pós parto.

Se você gostou dessa dica, compartilha esse post com seu amigos.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 1279 vezes

Itens relacionados (por marcador)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar