fbpx
Você está aqui:Blog»Corpo e Rosto»A Eficiência da Lipoescultura
Segunda, 04 Janeiro 2016 18:07

Como prevenir o envelhecimento do pescoço.

Avalie este item
(0 votos)

O pescoço também fica exposto aos raios UVA e UVB e para retardar o envelhecimento precoce é imprescindível o uso de hidratante e filtro solar.

De fato, o pescoço é uma região do corpo bastante esquecida. Se nós, mulheres, cuidássemos do pescoço com a mesma disciplina que dedicamos ao rosto, essa área sofreria menos danos do tempo. Para quem não sabe, alguns hábitos inadequados podem auxiliar o processo de envelhecimento no qual os tecidos e a musculatura vão perdendo a sustentação, causando à flacidez.

Além dos vincos e da flacidez, é comum o pescoço apresentar manchas na lateral, avermelhamento, vasinhos, ressecamento excessivo e perda de elasticidade da pele. E o grande vilão de todos esses problemas ainda é o sol, portanto, o uso do filtro solar é muito importante.

Todos esses problemas podem ser evitados com cuidados básicos diariamente, principalmente a partir dos 30 anos, quando os primeiros sinais aparecem. Desta forma, o mesmo protetor solar e hidratante utilizados na face devem ser aplicados no pescoço, o que ajudará a evitar o surgimento precoce dos sinais do envelhecimento.

Claro, que também existem outros fatores que causam as rugas nessa região: a má postura, má posição durante o sono (dormir de lado, de bruços e com travesseiro alto), desvios de coluna, além de problemas genéticos como os distúrbios endócrinos e excesso de peso.

O ideal é dormir na posição de “bela adormecida”, com um travesseiro baixo, permitindo que o pescoço fique reto e sem dobras. Postura reta também previne, de certa forma, os sinais”.

Veja dicas de tratamentos da dermatologista para manter a pele do pescoço sempre bonita, saudável e livre de rugas.

Manchas

No geral, os tratamentos com laser são eficazes para combater manchas escuras, sardas, assim como os vasinhos aparentes. Os peelings à base de ácidos, cremes clareadores e luz pulsada também combatem a hiperpigmentação. Eles estimulam a formação de fibras de colágeno e atua no clareamento da derme.

Flacidez

Um dos métodos mais modernos para tonificar a região, é a radiofrequência. Ele emite ondas que aquecem profundamente a pele, esse calor promove o estímulo da produção de fibras de colágeno, diminuindo a flacidez. Outra opção é o laser fracionado, que por meio de uma luz atinge a epiderme e derme que estimula a renovação das células, aumenta a produção de elastina e colágeno, dando maior elasticidade à pele. Para otimizar os resultados, os cremes com ativos tensores como DMAE, pode ajudar a prevenção.

Rugas

No caso de acúmulo de pele profundo, uma das melhores indicações é o preenchimento com ácido hialurônico injetável. A técnica é completa, além de preencher a pele flácida tem poder de hidratação imediata e auxilia na formação de novas fibras colágenas e elásticas, dando mais firmeza e viço à pele. O laser fracionado é uma opção para tratar linhas finas.

Já para tratar as rugas finas dessa região, a aplicação de toxina botulínica continua no topo. O objetivo é relaxar os músculos centrais, acentuando a contração dos laterais. Desta forma, promove-se um efeito de “levantamento” no pescoço, como um lifting. Com uma única sessão é possível ter um bom resultado, que dura em média oito meses.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 2089 vezes

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar