Você está aqui:Blog»Corpo e Rosto»Hábitos que aceleram o envelhecimento da pele
Terça, 27 Março 2018 12:00

Hábitos que aceleram o envelhecimento da pele

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Pegasus Web Sulution
Avalie este item
(0 votos)

Uma pele sáudável e com aparência jovem é o que toda mulher deseja, mas nem todas cuidam para que isso aconteça. Veja algumas cituações do dia a dia que podem estar interferindo no aspecto da sua pele.

Todas essas agressões à pele acarretam na liberação dos radicais livres, responsáveis pela degradação do colágeno e da elastina (proteína que dá firmeza e elasticidade à pele). Como resultado, a pele tende a envelhecer precocemente e começa a apresentar rugas, linhas de expressão, falta de brilho e flacidez. Listamos os costumes mais comuns que acelerem o envelhecimento cutâneo, assim você se livra de uma vez por todas desses maus hábitos. Confira a seguir!

Exposição solar: sem dúvidas, a inimiga número um quando o assunto é envelhecimento da pele. Os raios ultravioletas são capazes de alterar as fibras colágenas e elásticas da pele e, por isso, são responsáveis por 80% do envelhecimento da cútis quando exposta ao sol. Por isso, lembre-se sempre de usar diariamente protetor com, no mínino, FPS 30.

Cigarro: sua pele está sem vida e opaca? Avalie, pois pode ser consequência do tabagismo. O cigarro ajuda na perda de colágeno – o responsável pela elasticidade da cútis – e, por isso, favorece o aparecimento da flacidez. Livrar-se do vício não é fácil, mas a tarefa não pode ser tratada como impossível. Caso seja necessário, procure ajuda médica para conseguir eliminar esse vício da sua vida.

Estresse: além do abalo emocional, o estresse é capaz de diminuir as defesas naturais do corpo. Justamente por isso, a pele acaba mais exposta a patologias, como herpes e alergias. Dica: a prática de exercício físico ajuda a aliviar os sintomas do estresse.

Falta de hidratação: as pessoas que ingerem pouca água têm uma pele sem vitalidade e com flacidez. Seguir à risca o recomendado – que é beber ao menos dois litros de água diariamente – significa ter uma cútis mais firme e com vida. Pense nisso!

Má alimentação: não alimentar-se corretamente significa que o organismo deixa de receber as substâncias necessárias para neutralizar os radicais livres, uns dos responsáveis pelo envelhecimento da cútis. Refeições repletas de alimentos ricos em antioxidantes são capazes de proteger a pele contra a ação desses temidos inimigos. Alguns exemplos de alimentos antioxidantes: frutas cítricas, aveia, melão, abacaxi, mamão, pepino, salmão, sardinha e atum. Insira esses produtos nas refeições diárias.

Noites mal dormidas: um bom sono não representa apenas o descanso do corpo. Quando dormimos, produzimos hormônios poderosos para a saúde da pele, como a melatonina. Esse tipo de hormônio age como uma espécie de calmante e, por isso, auxilia na reparação da pele. Além disso, ajuda você a ficar livre das temidas olheiras, uma vez que o organismo consegue descansar corretamente durante o sono.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 103 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar