fbpx
Você está aqui:Blog»Dicas de Saúde e Beleza»Depilação de alta frequência - Midas Medicina & Estética no Centro RJ
Sexta, 04 Março 2016 09:25

Hidrolipoaspiração: Técnica para Remodelar o Corpo sem Cirurgia

Avalie este item
(0 votos)

Sendo um dos procedimentos mais procurados no Brasil, a lipoaspiração conta agora com novas técnicas bem menos doloridas que a tradicional e de recuperação mais rápida.

A busca por um corpo perfeito é uma luta constante para muitas mulheres. 

A Hidrolipoaspiração, conhecida como hidrolipo, baseia-se na aplicação de uma mistura de soro fisiológico e anestésico nas células de gordura, que incham e acabam se rompendo. Por meio de um aparelho de ultra-som, são emitidas vibrações que provocam a ruptura das células gordurosas. Essa gordura, em estado mais liquefeito, pode então ser aspirada por meio de seringas ou minúsculas cânulas.

Porém, o procedimento é limitado a áreas do corpo com pouco acúmulo de gordura.

Muitas mulheres estão aproveitando a técnica para fazer uma verdadeira remodelação. Afinal, a hidrolipo é indicada para pessoas que possuem aquelas gordurinhas que insistem em se manter vivas mesmo com a malhação e dieta. Para quem é mais gordinho, o mais indicado mesmo é a tradicional lipoaspiração. Para quem tem excessos de gorduras em algumas regiões, a hidrolipo é melhor.

 A Cirurgia

O procedimento da cirurgia é rápido e sem sofrimento. 

A cirurgia pode ser feita com anestesia local e peridural (aplicada no canal vertebral). "A anestesia peridural seja a mais segura para esse tipo de procedimento, especialmente se a cirurgia for mais extensa, em diferentes regiões ou em uma área com muita gordura.

Segundo a médica, o procedimento leva cerca de uma hora. A pessoa pode voltar ao trabalho logo após a cirurgia. Se a pessoa fizer apenas uma região, o processo dura em torno de meia hora, mas caso seja feito diversas regiões, o processo pode durar até uma hora e meia.

A Hidrolipoaspiração pode ser feita no próprio consultório. Após o processo é feita a endermoterapia e a ionoforese com produtos que impedem a flacidez. Deve-se fazer drenagem linfática manual e ultra-som nas duas primeiras semanas pós-procedimento além da dieta com alimentos com características antiinflamatórias, diuréticas e cicatrizantes durante pelo menos seis dias pós-procedimento.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 3461 vezes

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar