fbpx
Você está aqui:Blog»Corpo e Rosto»Queratose Pilar
Quarta, 16 Setembro 2015 16:22

Peeling Químico para acabar com os furinhos no rosto

Avalie este item
(0 votos)

O Peeling Químico é um tipo de tratamento estético que é feito com a aplicação de ácidos sobre a pele para retirar as camadas danificadas e promover o crescimento de uma camada lisa.

O Peeling Químico, à base de ácidos, é uma excelente forma de acabar definitivamente com os furinhos no rosto, que se referem às cicatrizes da acne.

O ácido glicólico ou o ácido retinoico podem ser aplicados em baixas concentrações na pele do rosto, colo, costas e ombros, a fim de remover as marcas e as cicatrizes da acne, sendo um ótimo tratamento para quem já passou da fase da adolescência e já não possui cravos e espinhas, tendo somente cicatrizes na pele.

Geralmente, dependendo do tipo de peeling químico, a técnica pode ser utilizada a pele do rosto, mãos e pescoço para remover manchas, marcas de acne e cicatrizes. Assim, os principais tipo de Peeling Químico incluem:

Peeling químico superficial: remove a camada mais externa da pele, sendo ótimo para clarear manchas e retirar marcas de acne ou rugas superficiais;
Peeling químico médio: são utilizados ácidos que removem a camada externa e média da pele, sendo utilizado para tratar acne e rugas mais profundas;
Peeling químico profundo: remove as camadas de pele até ao nível interno, sendo recomendado para casos de pele danificada pelo sol e outras cicatrizes.

Como é feito o Peeling Químico para acabar com as cicatrizes das espinhas

O terapeuta deverá higienizar toda a área a ser tratada e então iniciar a aplicação dos ácidos eleitos no rosto, costas, ombros, ou outras áreas afetadas pela acne. Estes devem permanecer na pele por um intervalo de tempo curto, de aproximadamente 1 ou 2 minutos.

A seguir, o indivíduo deve lavar o rosto imediatamente, retirando o produto. Então, será colocada outra substância para acalmar a pele. Durante o tratamento, a pele ficará muito sensível e o uso de um bom protetor solar é fundamental, assim como evitar ao máximo a exposição solar.

As aplicações devem ser feitas 1 vez por semana ou a cada 15 dias, dependendo do tipo de pele do indivíduo. É normal que, no intervalo entre as sessões, a pele descame e fique avermelhada. Por isso, é importante o uso do hidratante que o terapeuta recomendar.

Esta descamação na pele é importante para promover a criação de uma nova camada de pele, promovendo uma melhor homogeneização das camadas cutâneas, de forma que aumenta a síntese de neocolágeno e de elastina.

Os resultados do peeling químico podem ser vistos à partir da segunda sessão de tratamento, e nesse período é aconselhado o uso de um creme hidratante, com filtro solar, pois a pele fica mais sensível.

Os ácidos devem ser aplicados pelo dermatologista ou fisioterapeuta devidamente qualificado para tal, com formação em Ácidos e em fisioterapia Dermatofuncional.

Benefícios do Peeling Químico

Os principais benefícios do peeling químico incluem:

  • Redução das cicatrizes de acne
  • Renovação das camadas de pele
  • Atenuação de cicatrizes
  • Redução das manchas de idade ou sol
  • Atenuação de rugas e linhas de expressão

Os resultados do peeling químico dependem do tipo de peeling e das características da pele, sendo que peles claras apresentam efeitos mais satisfatórios.

 

Se você gostou dessa dica, compartilha esse post com seu amigos.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 14376 vezes

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar