Você está aqui:Blog»Saúde e Bem Estar»Mostrando itens por marcador: Cancer de Prostata - Midas Medicina & Estética no Centro RJ
Quarta, 10 Dezembro 2014 16:30

Conheça alguns tipos de Peelings Químicos:

Escrito por Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Informática
Avalie este item
(0 votos)

Os peelings químicos utilizam substâncias que provocam o desprendimento das camadas superficiais da pele, permitindo estímulo para a renovação celular e formação de colágeno, gerando assim uma pele macia, brilhante e uniforme.

Peeling Químico

Sua finalidade é rejuvenescer a pele, melhorar sua textura e cor, suavizar as rugas. Quanto maior a profundidade do peeling facial, maiores são os riscos de ocorrerem complicações. Deve ser realizado com acompanhamento médico.

Para realizar um peeling químico, a pele deve ser preparada com antecedência de 15 a 30 dias através do uso de um creme pré peeling, receitado por seu dermatologista. O preparo da pele permite a obtenção de melhores resultados, além de ajudar a evitar possíveis efeitos indesejáveis dos peelings — como hiperpigmentação ou queimaduras, que podem acontecer mesmo quando todos os cuidados são tomados.

Alguns tipos de peeling químicos:

Peeling de Ácido Retinóico

O peeling de ácido retinóico continua sendo uma das grandes armas no combate às estrias. O peeling ácido retinóico promove uma descamação superficial e constante da pele, renovando-a e favorecendo a formação de colágeno, levando a uma significativa melhora na aparência das estrias.

Peeling de Ácido Glicólico

O peeling de acido glicólico geralmente é utilizado para tratamento da face, pescoço e mãos. O ácido glicólico é cuidadosamente aplicado sobre a pele, deixando a mais macia e com menos rugas após o tratamento com o peeling. O peeling de ácido glicólico é excelente não só para o tratamento dos efeitos nocivos do sol — como aparecimento de rugas precoces e manchas na pele — mas também para o tratamento da pele com acne e estrias.

Peeling Fenol

O peeling fenol é capaz de promover um rejuvenescimento facial intenso, em um procedimento de cerca de 30 minutos. Ele elimina rugas e marcas de expressão profundas de uma só vez, devolvendo a aparência jovem ao paciente. Embora proporcione os melhores resultados no rejuvenescimento facial, o peeling de fenol deve é indicado apenas para os casos mais graves de envelhecimento cutâneo.

Peeling Resorcina

O peeling resorcina é indicado para tratamento da acne, discromias e peles rugosas, hiperpigmentação pós-inflamatória. É o mais indicado para peles mais escuras com tendência à hiperpigmentação.

Peeling Ácido Salicílico

O peeling ácido salicílico é utilizado em solução alcoólica a 35% por cerca de 5 minutos, seguida de neutralização com água, e é indicado para clareamento da pele, atenuação de rugas e tratamento de comedões. A descamação se inicia entre o 4º e 5º dias, prolongando-se por cerca de 10 dias, com eritema e edema mínimos, podendo ser repetidos entre 2 a 4 semanas.

Cuidados Pós Peeling Facial

  • O paciente deve hidratar a pele durante uma semana com hidratantes recomendados pelo médico para o período após o peeling facial, em geral esses produtos ajudam também na regeneração da pele. Usar água termal, cuja principal função é acalmar a pele, à vontade.
  • Colocar compressas frias em infusões de camomila sobre a área do peeling.
  • O uso de ácidos só deve ser retomado após sete dias, pois a pele estará sensibilizada.
  • O rosto deve ser lavado com sabonete neutro por um período de sete dias após o procedimento.
  • Não esquecer do filtro solar nessa fase. O fator deve ser no mínimo 30, que proteja contra radiação UVA e UVB, com reaplicação de, no mínimo, quatro em quatro horas. Os protetores solares físicos são as melhores opções, pois seus compostos reagem menos quimicamente com a pele em comparação com os filtros solares químicos, o que diminui as chances de irritações.
  • Dê preferência às maquiagens hipoalergênicas, que têm menor probabilidade de gerar irritações na pele sensibilizada.

 

  • Hidratações semanais no consultório, que ajudarão a retirar as crostas residuais, diminuir o edema e facilitar a reepitelização.
  • Após a normalização da pele devemos instituir um tratamento diário tópico preventivo e de manutenção.

Informações adicionais

  • Responsável pela Gestão de Conteúdo: Pegasus Web Solution - Agência de Comunicação, Marketing e Publicidade Digital
Ler 2178 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Gostou, Curta!

Saúde e Bem Estar